Estudante cria creme que elimina tatuagem sem intervenção médica

Um estudante canadense acaba de ganhar destaque internacional por conta de uma promissora pesquisa: uma nova tecnologia de baixo custo para remover tatuagens sem supervisão médica.

Wilton Junior/Estadão

Alex Falkenham, um patologista que cursa ph.D. na Universidade de Dalhouse, está em fase de testes de um produto tópico, uma espécie de creme hidratante, com a particularidade de eliminar toda e qualquer tatuagem da pele sem a necessidade de procedimentos complementares dolorosos, como é a remoção a laser.

Sua técnica foi batizada com o nome científico de Bisphosphonate Liposomal Tattoo Removal (BLTR). Segundo reportagem publicada na rede de TV norte-americana CNN, começou a ser desenvolvida a partir de uma demanda do próprio pesquisador, que tem lá suas tatuagens e começava a se preocupar quanto ao futuro.

“Essa ideia surgiu quando eu fiz a minha primeira tatuagem e comecei a pensar em um processo para retirá-la”, contou ele, que não se arrepende da tatuagem, tanto que fez outras três. “Eu fiz outras e, atualmente, eu não me arrependo de nenhuma. Mas é essa é provavelmente uma reflexão que está me aguardando quando fica mais velho”.

O provável futuro produto segue uma lógica de funcionalidade que não é complexa de ser explicada: o creme libera uma droga na pele que elimina as células no passado colorizadas pelo tatuador, isso sem danificar o tecido ao redor.

Ainda não há previsão de lançamento. O produto segue em desenvolvimento no Canadá.

 

Via Estadão