Tatuador desenha cartão de Natal

Qual seria o emprego do Papai Noel depois do Natal? Tatuador, claro! Esse é o conceito do cartão de Natal do André Rodrigues.

[columns_row width=”half”]
[column]

[/column]
[column]

 

Quis mostrar um clima antigo dos personagens esperando as festas enquanto não chegam os fogos. Como se eles tivessem resolvido fazer uma tatuagem para comemorar, para passar o tempo

explica o artista.

[/column]
[/columns_row]

Para a composição, o tatuador usou algumas fotos antigas como referência e transmitiu a ideia da “arte da tatuagem”, tanto pelo amor à sua profissão quanto pelas antigas técnicas de tattoo (repare que o bom velhinho está usando uma máquina muito antiga, rotativa, provavelmente feita por ele mesmo). O Papai Noel também não usa luvas, uma atitude comum para a época, mas que hoje é acessório indispensável nos procedimentos.

Há 50 anos, seria normal presenciar uma cena assim… Hoje em dia não é nada normal!

A paleta de cores usa o clássico vermelho e verde da época natalina, somados aos tons de marrom e ao ocre para remeter às antigas fotos em sépia, sem pecar pela saturação, mais insinuado do que explícito. Os carimbos e o selo simbolizam um postal antigo, já que o valor está, inclusive, na antiga moeda Réis.

via Wacom Brasil